Educação

Biblioteca da Câmara Municipal destaca obras de Machado de Assis

Exposição acontece até o final de junho, mês de nascimento do escritor brasileiro

Durante o mês de junho, a Biblioteca Vereador Manuel Querino, da Câmara Municipal de Salvador, presta uma homenagem a um dos maiores nomes da literatura nacional: Machado de Assis. Uma exposição montada na biblioteca expõe conhecidos títulos do autor, como Dom Casmurro, O Alienista e Memórias Póstumas de Brás Cubas.

As obras de Joaquim Maria Machado de Assis, que nasceu em 21 de junho de 1839 e foi o primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras, podem ser consultadas pelo público externo de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. A biblioteca funciona no Centro de Cultura da Câmara de Salvador, na Praça Thomé de Souza, s/n, Centro (próxima ao Elevador Lacerda).

A trajetória pessoal e profissional do escritor carioca, nascido no Morro do Livramento, pode ser conferida nos títulos em exposição. Machado de Assis é autor de obras em diversos estilos literários, incluindo romances, contos, crônicas e sonetos, além de peças teatrais.

A Biblioteca

Com mais de 8 mil títulos, incluindo obras raras, a Biblioteca Vereador Manuel Querino disponibiliza para servidores da Câmara Municipal de Salvador e para consulta por parte do público externo um acervo multidisciplinar composto por livros, periódicos (revistas e jornais), multimeios (CDS e DVDs).
“O nosso acervo conta com material de diversas áreas do conhecimento, como Direito, Filosofia, Economia, História, biografias, literatura infantil, entre outras”, diz a supervisora do espaço, a servidora Silvana Jacobina.

“Os assuntos mais procurados são na área de Direito, Administração e Literatura”, informa a supervisora. Entre os visitantes mais frequentes estão estudantes, pesquisadores, servidores das redes municipal e estadual, além daqueles que vão diariamente para ler jornais e realizar pesquisas na Internet.
A biblioteca foi implantada em 2011 e recebeu esse nome para homenagear o professor, jornalista, escritor, pintor, militante do movimento liberal e líder abolicionista, Manuel Querino, pioneiro nas pesquisas etnográficas e estudos sobre história da arte no Brasil.

Serviços e produtos são ofertados ao público interno, como o delivery de livros, elaboração de ficha catalográfica, projeto Leia e Leve, exposições sobre temas relevantes da atualidade, serviço de empréstimos e orientação bibliográfica. Também é enviada por e-mail, semanalmente, uma dica de leitura.
Mais informações sobre a biblioteca podem ser obtidas pelos telefones 3320-0336 ou 3329-0495 e pelo e-mail [email protected] . O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h.

Fonte da notícia: Secom

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar